Últimos assuntos
» Psicologia Infantil Lisboa
Ter Nov 17, 2015 12:18 am por Espaço Família

» Psicologia Infantil Montijo
Sex Out 09, 2015 8:45 pm por Espaço Família

» Controlo dos esfincteres na infância
Qui Fev 12, 2015 9:45 pm por Kinobimi32

» Amigo Imaginário
Sex Jan 11, 2013 8:51 pm por Espaço Família

» Dificuldade na fala
Sex Jan 11, 2013 8:50 pm por Espaço Família

» Dificuldades de Aprendizagem
Sex Jan 11, 2013 8:49 pm por Espaço Família

» Andar em bicos de pés
Sex Jan 11, 2013 8:47 pm por Espaço Família

» Condutas agressivas
Sex Jan 11, 2013 6:47 pm por Espaço Família

» Hiperactividade
Sex Jan 11, 2013 6:46 pm por Espaço Família


Amigo Imaginário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Amigo Imaginário

Mensagem  Espaço Família em Sex Jan 11, 2013 8:51 pm

Bom dia, eu tenho gémeas de 33 meses, para uma delas aguardamos consulta de pedopsiquiatria porque o médico de familia é da opinião que ela é hiperactiva. A opinião das educadoras no infantário é muito diferente, acham o comportamento dela perfeitamente normal para a idade dela, concentra-se bem e não tem qualquer problema de relacionamento com as educadoras nem com os outros meninos. Ela é uma criança muito activa, sonha muito e às vezes chora durante a noite, das duas gémeas é a que menos gosta de comer, mas também sou da opinião que é tudo normal para a idade dela.
Agora o que me preocupa um pouco é que últimamente ela diz que vê uma pessoa na nossa casa, fica com um olhar assustado, pega na minha mão e diz-me onde está essa pessoa. Diz que essa pessoa fala com ela e pelo o que deu a entender não é nada amigável, diz que é feia. Ela sempre foi a que mais se assusta com os barulhos, como a campainha, berbequim, varinha mágica (vem agarrar-se muito assustada a nós) e não anda no corredor onde tem menos luz, corre! Elas não vêem nada na TV que não seja para a idade delas e vêem muitos livros com histórias infantis, mas nada de assustador.
É normal nesta idade (33 meses) desenvolverem já este tipo de imaginação, ao ponto de andarem angústiados porque de repente lá está aquela imagem que tanto lhes mete medo? Estava à espera que pudessem ter um amigo imaginário, mas não disto.


É comum de facto as crianças até aos 5-6 anos terem amigos imaginários, especialmente as crianças criativas, com maior imaginação.
A partir dessa idade começam a interessar-se mais em brincar com amigos “reais” e a descentralizar-se de si mesmas.
Os amigos imaginários são uma forma da criança a expressar os seus desejos, inquietudes, alegrias, medos, etc…

Contudo, sendo esta figura “imaginária” pouco amistosa e ameaçadora, penso que, se a situação persistir deverá consultar um Psicólogo, uma vez que isso poderá ser a projeção de um medo interior com o qual a criança não estará a saber lidar.

Procure saber, em que circunstâncias a criança o vê (ex.: é quando está mais ansiosa ou angustiada?).

É importante que não caia na tentação de dizer que também o está a ver, uma vez que isso poderá confundir a criança. Por outro lado, também não deverá dizer-lhe que ele não existe, pois na imaginação dela, ele existe de facto.
avatar
Espaço Família
Admin

Mensagens : 20
Data de inscrição : 11/01/2013

Ver perfil do usuário http://www.psicologia-infantil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum